comida

sobre adaptações (ou a receita de empanadas argentinas).

dia desses vi uma receita super legal de empanadas argentinas. ela foi postada pelo guilherme poulain, do moldando afeto (blog que adoro!), que estudou gastronomia em buenos aires.  

como eu adoro a cidade e a cultura porteña, fiquei com bastante vontade de tentar a receita em casa. mas queria aproveitar algumas coisas que já tinha, tipo uma carne picadinha que sobrou de outro prato, então fiz umas adaptações.

na verdade, raramente sigo uma receita a risca. costumo substituir parte da farinha branca por integral, açúcar refinado por mascavo, diminuo quantidades e por aí vai.

e as coisas têm dado certo pra mim. não só nas receitas da cozinha. mas ao longo dos anos tenho percebido que quanto mais eu me adapto, melhor as coisas fluem na vida.

se darwin já disse isso, quem sou eu pra negar? ;) filosofias de vida à parte, vamos à receita.

empanadas argentinas

IMG_20131117_141524

ingredientes para massa:

125g de farinha de trigo branca
125g de farinha de trigo integral
10g de sal
100ml de água morna (+- 60 graus)
75g de manteiga com sal (em temperatura ambiente)

modo de preparo da massa:

misture as farinhas, o sal e a manteiga. esquente a água e coloque aos poucos na mistura. fui mexendo com a mão mesmo. depois de conseguir uma mistura uniforme dos ingredientes, você precisa amassar bem várias vezes (esse processo é conhecido sovar a massa). o ponto é quando a massa estiver macia e mais maleável. coloque em uma tigela e cubra com filme plástico. enquanto a massa descansa, você pode fazer o recheio.

recheio:

eu reaproveitei um picadinho de carne que tinha sobrado de um estrogonofe sem lactose que um amigo fez num jantar aqui em casa. refoguei a carne, desfiei, misturei um pouquinho de cebola picada e molho de tomate. mas, basicamente, você pode usar o que estiver à mão: frango desfiado, carne desfiada, moída, picada, queijos variados, brie com presunto cru e por aí vai. a imaginação é o limite e os sabores vão do gosto do freguês.

empanada1

depois de preparado o recheio, pegue a massa novamente. limpe uma superfície lisa e polvilhe um pouco de farinha. abra a massa com ajuda de um rolo. eu usei o olho e o bom senso para saber até quando abrir. prefiro uma massa fina, mas sabia que não podia abrir demais pra não rasgar. vá medindo de olho e com as mãos.

usei aquela caneca de boca larga (a branca da foto acima) como molde para a empanada. basicamente, coloco em cima da massa, giro para os lados para a pressão fazer o corte. depois de moldado e cortado, abri um pouquinho mais com o rolo e coloquei uma colher de sopa (não muito cheia) de recheio no meio.

empanada2

feche unindo as pontas e aperte com os dedos para não abrir. depois vem a parte que eu achei mais difícil: essa torção que dá a cara da empanada. eu sinceramente errei muito até acertar. e fiquei fazendo uns movimentos repetidos de torção torcendo pra dar certo. sei que não é a melhor explicação do mundo, mas acho que cada um tem que achar a forma que funciona (afinal, ninguém aqui é cozinheiro profissional, né?).

empanada3

a minha receita rendeu 12 empanadas pequenas. depois de recheada todas, pincelei um pouco de gema de ovo batida (pra corar) e levei ao forno pré-aquecido a 250 graus (fogo médio). o tempo sugerido era 25 minutos, mas como não acho meu forno muito bom, fui de olho mesmo. observei se elas já tinham corado em cima e em baixo.

e pronto. nem é complicado e acho que vale super a pena tentar fazer também. essa foi uma das receitas do feriado, que eu contei ontem. como disse, essa é a minha adaptação da receita do guilherme poulain. se quiser a original, vai lá.

tag_comida

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s